Sobre a Camila Quintana - Assessoria de Eventos

A Cerimonialista Camila Quintana é graduada em Comunicação Social - Bacharelado em Relações Públicas pela Unisinos. Concluiu o curso com Distinção com a abordagem do tema "Crise de Imagem de Pessoa Pública" baseado no case de Ibsen Pinheiro. Entre 2008 e 2010 trabalhou na área de Atendimento ao Cliente na empresa Claro. Posteriormente atuou na Central de Eventos na tradicional Associação Leopoldina Juvenil de Porto Alegre e no Clube do Comércio,junto à Barcelos Gastronomia, tendo ainda passagem como Coordenadora de Eventos no SESC Campestre. Após adquirir amplo conhecimento no âmbito de eventos, sentiu necessidade de atender seu cliente de forma personalizada e da forma que acredita ser um evento: "Fazer evento é aproximar pessoas, compartilhar momentos... é encantá-las e fazê-las felizes!" Desta forma, nasceu a Camila Quintana - Assessoria de Eventos que hoje conta com uma equipe permanente de 9 profissionais capacitados em eventos o que nos permite manter sempre o mesmo padrão de qualidade e exigência. Sejam Bem-Vindos a este mundo de sonhos!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

A valsa nos 15 anos

Meninas, nos teus 15 anos você não é obrigada a seguir nenhuma tradição.
Cada vez mais, as festas de 15 anos seguem tendências estilizadas conforme o perfil de cada aniversariante. Esta ocasião não pode ser um sonho dos pais ou da família. Deve ser da menina.
Obviamente, que o clássico não se torna ultrapassado nunca nas fotos. Mas é uma escolha que deve ser feita e é muito particular a questão de arriscar modismos e etc.
A valsa é um exemplo de tradição que jamais se perde no tempo. Você pode escolher a música que for para o momento da dança... desde aquele som profundo, até o último som divulgado na rádio no momento.
O importante é que a opção não traga daqui a alguns anos, algumas exclamações como as do tipo "mas que música é essa", "que gosto que eu tinha", "como me deixaram escolher esta música".

A valsa sempre será a opção para marcar o momento e não perder o glamour, pelo menos nos próximos 100 anos. 
Já falei em outro post sobre a valsa, mas neste, vou dedicar-me à valsa dos 15 anos.
A palavra valsa tem sua origem na palavra alemã "waltzen", que significa "girar".
O giro é a base essencial do passo de valsa. Sua origem se dá na Europa antiga, mais precisamente nos territórios que hoje conhecemos como França, Alemanha e Áustria. É reconhecida, também, como a mais antiga das danças de salão. Segundo estudos, a valsa surgiu de uma mistura de danças folclóricas camponesas das regiões mencionadas acima. No início, a valsa foi a primeira dança considerada proibida devida a sua natureza e origem. Causava indignação, pois era a única dança onde o casal ficava em uma posição fechada, além da mão masculina precisar ficar na cintura da dama. Os líderes religiosos da época eram unanimes em dizer que a valsa era uma atividade vulgar e pecaminosa (imagina se existisse o funk naquela época...).

Há meninas hoje que se dedicam a ensaiar passos de outras danças para apresentarem aos seus convidados. Ótima idéia! Faz parte da modernização do cenário de festas de 15 anos.
Mas a dica é que nada é tão encantador como uma debutante dando giros na pista com bom conhecimento de valsa, nem que seja apenas com seu pai, avó e padrinho.

As valsas tradicionais para 15 anos:
- Danúbio Azul
- O lago dos Cisnes
- Quebra Nozes
- A valsa do Imperador
- Valsa da Primavera