Sobre a Camila Quintana - Assessoria de Eventos

A Cerimonialista Camila Quintana é graduada em Comunicação Social - Bacharelado em Relações Públicas pela Unisinos. Concluiu o curso com Distinção com a abordagem do tema "Crise de Imagem de Pessoa Pública" baseado no case de Ibsen Pinheiro, buscando a problemática de soluções de crises e restabelecimento de imagem no mercado. Entre 2008 e 2010 trabalhou na área de Atendimento ao Cliente na empresa Claro assessorando em casos críticos para reversão de imagem da empresa. Posteriormente atuou na Central de Eventos na tradicional Associação Leopoldina Juvenil de Porto Alegre e no Clube do Comércio,junto à Barcelos Gastronomia, tendo ainda passagem como Coordenadora de Eventos no SESC Campestre. Após adquirir amplo conhecimento no âmbito de eventos e atendimento, sentiu necessidade de atender seu cliente de forma personalizada e da forma que acredita ser um evento: "Fazer evento é aproximar pessoas, compartilhar momentos... é encantá-las e fazê-las felizes!" Sejam Bem-Vindos a este mundo de sonhos!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

A valsa nos 15 anos

Meninas, nos teus 15 anos você não é obrigada a seguir nenhuma tradição.
Cada vez mais, as festas de 15 anos seguem tendências estilizadas conforme o perfil de cada aniversariante. Esta ocasião não pode ser um sonho dos pais ou da família. Deve ser da menina.
Obviamente, que o clássico não se torna ultrapassado nunca nas fotos. Mas é uma escolha que deve ser feita e é muito particular a questão de arriscar modismos e etc.
A valsa é um exemplo de tradição que jamais se perde no tempo. Você pode escolher a música que for para o momento da dança... desde aquele som profundo, até o último som divulgado na rádio no momento.
O importante é que a opção não traga daqui a alguns anos, algumas exclamações como as do tipo "mas que música é essa", "que gosto que eu tinha", "como me deixaram escolher esta música".

A valsa sempre será a opção para marcar o momento e não perder o glamour, pelo menos nos próximos 100 anos. 
Já falei em outro post sobre a valsa, mas neste, vou dedicar-me à valsa dos 15 anos.
A palavra valsa tem sua origem na palavra alemã "waltzen", que significa "girar".
O giro é a base essencial do passo de valsa. Sua origem se dá na Europa antiga, mais precisamente nos territórios que hoje conhecemos como França, Alemanha e Áustria. É reconhecida, também, como a mais antiga das danças de salão. Segundo estudos, a valsa surgiu de uma mistura de danças folclóricas camponesas das regiões mencionadas acima. No início, a valsa foi a primeira dança considerada proibida devida a sua natureza e origem. Causava indignação, pois era a única dança onde o casal ficava em uma posição fechada, além da mão masculina precisar ficar na cintura da dama. Os líderes religiosos da época eram unanimes em dizer que a valsa era uma atividade vulgar e pecaminosa (imagina se existisse o funk naquela época...).

Há meninas hoje que se dedicam a ensaiar passos de outras danças para apresentarem aos seus convidados. Ótima idéia! Faz parte da modernização do cenário de festas de 15 anos.
Mas a dica é que nada é tão encantador como uma debutante dando giros na pista com bom conhecimento de valsa, nem que seja apenas com seu pai, avó e padrinho.

As valsas tradicionais para 15 anos:
- Danúbio Azul
- O lago dos Cisnes
- Quebra Nozes
- A valsa do Imperador
- Valsa da Primavera