Sobre a Camila Quintana - Assessoria de Eventos

A Cerimonialista Camila Quintana é graduada em Comunicação Social - Bacharelado em Relações Públicas pela Unisinos. Concluiu o curso com Distinção com a abordagem do tema "Crise de Imagem de Pessoa Pública" baseado no case de Ibsen Pinheiro, buscando a problemática de soluções de crises e restabelecimento de imagem no mercado. Entre 2008 e 2010 trabalhou na área de Atendimento ao Cliente na empresa Claro assessorando em casos críticos para reversão de imagem da empresa. Posteriormente atuou na Central de Eventos na tradicional Associação Leopoldina Juvenil de Porto Alegre e no Clube do Comércio,junto à Barcelos Gastronomia, tendo ainda passagem como Coordenadora de Eventos no SESC Campestre. Após adquirir amplo conhecimento no âmbito de eventos e atendimento, sentiu necessidade de atender seu cliente de forma personalizada e da forma que acredita ser um evento: "Fazer evento é aproximar pessoas, compartilhar momentos... é encantá-las e fazê-las felizes!" Sejam Bem-Vindos a este mundo de sonhos!

sábado, 26 de janeiro de 2013

Flores e mais flores... em arranjos baixos

Não é possível pensar em decoração de Eventos sem flores.
Elas além de ornamentarem, alegram qualquer ambiente.
A escolha das flores deve ser feita de acordo com o gosto do cliente, por isso, sempre desconfie de orçamentos de decoração fechados, no estilo "pacote". Neste caso, além da decoração ser padrão, as flores também são.

Gosto é muito relativo: há quem goste de tulipa e há quem as odeie. Esse padrão segue com rosas, margaridas, astromélias, hortência, mosquitinhos, etc.
O importante é alinhar a escolha da flor ao perfil do seu evento e também ao seu orçamento.
Vamos ter algumas idéias:

O arranjo com rosas e gérbera é adequado para uma recepção de formatura feminina em ambiente pequeno, até mesmo no salão de festas do seu condomínio. É simples e suficiente para quem não deseja investir muito.



O tradicional aquário pode variar a mais diversas combinações de flores. Utilizar uma base espelhada com velas dá um efeito diferenciado. A base ainda pode ser de vidro ou em alguma otra tonalidade que realce a cor de toalha da mesa.




Ainda seguindo na linha do convencional, o arranjo bola (arranjo baixo) com a vela no meio. Costuma-se não usar todos os arranjos baixos, sobretudo pelo efeito que se vê nas fotos posteriormente.
No meio das flores ainda podem ser utilizados algum tipo de vaso com velas suspensas.



Um ar campestre, nos traz a hortência mesclada com a rosa, além de um colorido alegre e diferenciado.




Como sempre, ressalto a importância da presença de profissional de Eventos auxiliando nesta combinação: decoração + flores, além de uma equipe competente e honesta de floristas. Pois de nada adianta você sonhar com uma flor que é super cara numa determinada estação ou ainda, devido ao clima da data do seu evento, esta flor não tenha no mercado ou não suporte as intempéries climáticas.
Copiar idéias é muito fácil, o habilidoso mesmo é harmonizar todo o sentido do evento.Tarefa para sua Cerimonialista.




domingo, 20 de janeiro de 2013

Recepção ao Ar Livre combina com...

É cada vez maior a busca por espaços ao Ar livre para Recepções de Casamento, bodas e formaturas.
O ambiente mais informal vem atraindo a preferência dos anfitriões e nota-se uma diferenciação na ambientação neste tipo de festa em relação às realizadas em salões e clubes tradicionais.

Devo dizer que Recepção ao Ar livre combina com...

Mesa Estilo Família Italiana: todos sentados juntos. O início confraternização tem horário marcado para mais cedo.


Luzinhas Decorativas na Cobertura: Sim, cobertura ou toldo são sempre necessários para eventos externos. Quem mora no sul, sabe o quanto é improvável o acerto do tempo... e como muda rapidamente. Por isso, toldo é indispensável.
Mas para quebrarmos esta rigidez, que tal estas luzinhas decorativas? Dão um toque especial na festa. Um charme de casamento americano.



Decoração simples: num ambiente ao ar livre, pede-se leveza na decoração. Não há necessidade de locação de tanta planta por já tratar-se de ambientes arborizados. As flores não necessitam ser super sofisticadas. Optar por menos brilho e mais delicadeza.
Combinam as lanternas na ornamentação como um todo, e nas mesas composites de vasinhos com flores iguais ou diferentes, em diferentes tamannho. Algo casual.


Cantinho de fotos e mensagens: varal de fotos. Momentos especiais devem ser compartilhados, pos isso, prever um varal para deixar recadinhos e colocar fotos do casal é um diferencial do seu evento.


Vale ainda: pergolado para as Cerimônias de casamento, sousplats de ratan para as mesas, placas de indicação da recepção, balões de gás hélio para no estilo lanterna japonesa, velas, tendas, leques para as convidadas.
Trata-se de um ambiente mais despojado, desta forma, vale dar uma atenção especial também ao que será servido. Dependendo do horário, o cardápio deve ser alterado.
Boa festa!


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Casamento Perfeito


 O casamento é um grande espetáculo. Para que todos os detalhes saiam perfeitos é fundamental muita organização e planejamento. Nessa hora, o ideal é contar com a experiência de um bom cerimonialista que, além de facilitar a agenda dos noivos, cuidando dos principais preparativos da cerimônia e da festa, apresenta as melhores soluções para tornar o dia do “sim” um acontecimento magnífico. Confira mais da matéria originalmente publicada na 5ª edição da Inesquecível Casamento Rio de Janeiro. “O cerimonialista é uma espécie de maes­tro. Ele rege dezenas de profissionais envolvidos na produção de um casamento”, exemplifica Beth Kos. Apoiada em uma baga­gem de 20 anos no mercado de festas, aponta algumas das principais providências a serem cumpridas até o dia da cerimônia: a escolha da igreja, o local da festa, a decoração, os con­vites, RSVP, o buffet, o vestido da noiva, o bolo e os doces, não necessariamente nessa ordem de execução.
Uma lista tão ampla quanto detalhada que requer, sem dúvida, conhecimento de causa e efeito para cumprir com sucesso tudo que envolve esse ritual. “O cerimonial direciona as escolhas ao orçamento dos noivos e estilo do casamento, inclusive sugerindo e apresentando profissionais que melhor se encaixam em cada uma das etapas de produção do evento”, escla­rece Beth.
Não à toa, o cerimonialista é o primeiro profissional que deve ser contatado e contrata­do pelos noivos, logo após a data do casamen­to ter sido decidida. Os melhores cerimonialis­tas do mercado se programam a longo prazo e, exatamente por isso, o ideal é agendar logo essa parceria.
Para se ter uma idéia, Ricardo Stambowsky já tem casamentos marcados para os próximos anos. Faz sentido. Seu nome é grife de qualida­de, com um método de trabalho que concilia tradição, elegância e sofisticação. “O segredo de um cerimonial bem realizado é respeitar o perfil do cliente. Não é o meu gosto pessoal que conta, mas a minha experiência em rea­lizar e fazer funcionar grandes festas”, explica Ricardo. Para ele, afinidade, liberdade e con­fiança são ingredientes fundamentais para fluir uma boa relação entre os noivos e o cerimo­nialista. “O ideal é que os preparativos sejam momentos prazerosos”.
Reiterando esse conceito, Roberto Cohen, outro mestre na função, é taxativo em afirmar: “Os noivos primeiro casam com o cerimonial”. Em outras palavras, são meses de uma convivência estreita, somando muitas trocas de idéias, visitas e provas em tudo que envolve uma produção. “Cada casamento é único, e de­ve ser tratado como tal. Não existe nada que não mereça atenção e importância. Desde a escolha da música para a entrada da noiva na igreja até a lembrancinha de final de festa, tudo deve ser pensado”. Para Cohen, a despeito de ser uma cerimônia simples ou um megacasamento, é primordial um cronograma que estabeleça uma ordem específica para cada etapa do trabalho, evitando assim correrias de última hora. “No grande dia, eu e minha equipe entramos em ação para tudo fluir em plena harmonia”.
No que concorda Lúcia Gershony, uma profissional tão perfeccionista quanto ta­lentosa. Para ela, o objetivo fundamental de um cerimonialista é fazer com que os noivos possam usufruir integralmente desse momento tão especial, sem estresse, sem preocupações. “Atingir a excelência é a meta e a razão do nos­so trabalho!”, declara.
E nessa hora que a discrição entra em cena. “O bom cerimonial não aparece no dia da fes­ta. Tudo acontece dentro da forma planejada, como se não houvesse ninguém atrás”, aconse­lha Amarilis Viana, que começou a trabalhar ao lado de Maria Helena de Brito e Cunha, há 28 anos. Para a cerimonialista, nada mais de­selegante do que um bando de assistentes com terninho preto e radinho na mão, andando de um lado para outro. Rouba a atenção dos con­vidados e compromete o charme do evento.
É como diz Miriam Rubino, que acumu­la em seu currículo algumas das festas mais charmosas da cidade: “O casamento perfeito não acontece só em sonhos. O segredo está na escolha de bons profissionais para torná-lo real”. Para a cerimonialista, o sucesso é fruto de muita organização, bom gosto e experiên­cia. E sintetiza: “Nós, produtores de eventos, sabemos que realizamos um bom trabalho quando os noivos sentem-se convidados de sua própria festa”.

*Matéria extraída da Revista Inesquecível Casamento - RJ - Dez/2012