Sobre a Camila Quintana - Assessoria de Eventos

A Cerimonialista Camila Quintana é graduada em Comunicação Social - Bacharelado em Relações Públicas pela Unisinos. Concluiu o curso com Distinção com a abordagem do tema "Crise de Imagem de Pessoa Pública" baseado no case de Ibsen Pinheiro, buscando a problemática de soluções de crises e restabelecimento de imagem no mercado. Entre 2008 e 2010 trabalhou na área de Atendimento ao Cliente na empresa Claro assessorando em casos críticos para reversão de imagem da empresa. Posteriormente atuou na Central de Eventos na tradicional Associação Leopoldina Juvenil de Porto Alegre e no Clube do Comércio,junto à Barcelos Gastronomia, tendo ainda passagem como Coordenadora de Eventos no SESC Campestre. Após adquirir amplo conhecimento no âmbito de eventos e atendimento, sentiu necessidade de atender seu cliente de forma personalizada e da forma que acredita ser um evento: "Fazer evento é aproximar pessoas, compartilhar momentos... é encantá-las e fazê-las felizes!" Sejam Bem-Vindos a este mundo de sonhos!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Minha lista de convidados - E agora, quem convidar?

É cada vez mais difícil selecionar convidados para eventos sociais, principalmente casamentos, visto que aí serão duas histórias a se unirem...

Amigos, familiares, amigos virtuais, amigos de infância, vizinhos, colegas de trabalho, subordinados, chefia... enfim, é uma apólice de seguros acertar a lista sem magoar ou melindrar as pessoas.

Fora isto, ainda há uma indiscrição alheia para este assunto, onde sempre encontramos alguém fazendo aquela pergunta fatal: ah, mas tu vais me convidar para tua festa né?
Bahhh... pior que esta fulana não estava nem na lista B. E agora?

E agora, ela não será convidada mesmo!
Há uma certa má educação nas pessoas em imporem sua presença. Há um certa intimidade que os alheios constatam e nós, anfitriões não reconhecemos.
Acredite, toda a criatura que você convidar por educação ou por social ao seu evento, esta criatura lá estará presente.

Constrangimento alheio não é legal. Quando ocorrerem pessoas indiscretas assim, sorria... um sorriso amarelo mesmo. Não responda nada. Apenas sorria. A indiscrição não foi sua.
Se insistirem na indiscrição, responda que o lugar é bastante pequeno e que a festa será apenas para os familiares mais chegados.

Aliás, isto, antigamente se chamaria de mini wedding. Mas esta nomenclatura já se popularizou e se confundiu, pois um "mini casamento" comporta no máximo umas 60 pessoas. Fora isto, não se aplica o "mini".

Mas afinal como afunilar minha lista? Quem convido?

Convide quem você quiser. Opa! Mas como assim?
É, mais ou menos assim... convide quem você quiser, mas precisa caber no seu bolso.
Se você puder, limite a 100 pessoas... 120... 150... 180 ok. Mais do que isso, nosso investimento de festa já está se elevando bastante.

Nas festas modernas, onde quem paga são os próprios noivos, cabe convidar os amigos próximos, os familiares, alguns colegas próximos de trabalho e talvez sua chefia direta, dependendo de seu tipo de relação. Em alguns casos, trata-se mais de um comunicado do que um convite, mas ok, faz parte da etiqueta social.

Amigos dos pais: só se eles tem algum convívio com você!

Amigos de infância: ainda se falam?

Amigos da praia: costumam se encontrar durante o ano?

Chefia de pais: para que???

Costumo dizer que a importância está na história de convivência.
Tem parentes que às vezes, não lembram nem nosso nome... estes estão fora!
Já há amigos que moram longe e só falamos por skype que irão se emocionar ao saber das nossas alegrias.

O truque é bom senso. Claro, com alguma etiqueta social, mas a maior parte bom senso.

Tendo dúvidas pontuais, escreva: contato@camilaquintanaeventos.com.br
que ajudamos você a selecionar seus convidados.

Uma boa festa!